António Costa promete restrições na fronteira com Espanha

 

Coronavírus: Primeiro-ministro António Costa admite que a situação de alerta pode evoluir para o estado de emergência, mas remeteu a decisão para o Presidente da República.

O primeiro-ministro anunciou o aumento de restrições na fronteira com Espanha, restrições para efeitos de turismo e lazer permitindo apenas os acessos para mercadorias.

“Vão haver restrições à circulação, a nível do turismo e lazer”, afirmou António Costa.

De acordo com o Primeiro-ministro será necessário limitar a atividade do país, garantindo o funcionamento do abastecimento de bens essenciais, serviços estratégicos como abastecimento de água, eletricidade, recolha do lixo, policia segurança, comunicação social e a atividade dos profissionais de saúde.

Da atual análise que o governo faz da situação considera satisfatórias as medidas decretadas não vendo necessidade, nesta fase, de agravar as restrições.

O Primeiro-Ministro remeteu a decisão oficial para depois da reunião de ministros da Saúde e da Administração Interna da União Europeia, a realizar esta segunda-feira, sobre a questão de fixar limites às fronteiras externas da União Europeia.

António Costa admite que a situação de alerta ainda pode evoluir para estado de emergência, mas remeteu para o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, essa decisão.

Foto: TVI