Novartis doa 135 mil euros para equipamentos de proteção individual

 

 

Novartis junta-se ao movimento tech4COVID com donativo de 135 mil euros para comprar material de proteção individual para profissionais de saúde

 

  • Este donativo visa fortalecer as insfraestruturas de saúde, assegurando a proteção dos profissionais de saúde que se encontram na linha da frente de combate à pandemia

 

  • O Movimento tech4Covid19 é uma organização sem fins lucrativos criada por um grupo de empresas e empreendedores que partilham a missão de ajudar a sociedade a ultrapassar esta pandemia

 

  • Este donativo enquadra-se no ‘COVID-19 Response Fund’, um fundo internacional criado pela Novartis para apoiar as comunidades mais afetadas

 

  • A Novartis continua a estudar outras formas de colaboração para apoiar os profissionais de saúde e os doentes em Portugal

 A Novartis Portugal junta-se ao Movimento tech4COVID  com um donativo de 135 mil euros para comprar material de proteção individual para profissionais de saúde, nomeadamente 100 mil máscaras FPP2, colaborando assim para suprir as necessidades do sistema nacional de saúde e garantindo a proteção de quem está na linha da frente no combate à COVID-19.

O movimento trabalha de perto com as unidades de saúde, de quem recebe uma lista dos materiais necessários e articula, através dos donativos que lhe são concedidos por empresas e através de crowdfunding, a aquisição dos mesmos procedendo depois à sua distribuição onde são mais necessários, através das Administrações Regionais de Saúde.

“A Novartis partilha da mesma missão deste Movimento e também dos valores das empresas e empreendedores que dele fazem parte, a criatividade, a inovação e a agilidade. Também nós, de forma institucional e individual, sentimos um apelo urgente de poder contribuir. São muitos os pedidos de profissionais de saúde que têm chegado às nossas equipas e encontrámos no tech4COVID uma oportunidade de podermos dar uma resposta rápida, de uma forma organizada e em alinhamento com as autoridades de saúde”, afirma Cristina Campos, Presidente do Grupo Novartis, Portugal.