[여기는 남미] A família inteira foi presa por 17 anos… Condenado ○○











▲ Quando a polícia brasileira resgatou os meninos, suas pernas estavam amarradas com cordas.


Uma família que estava presa há 17 anos foi resgatada pelo chefe da família.

A polícia brasileira disse no dia 29 (horário local) que resgatou uma mulher e dois filhos que estavam trancados em um quarto sem saída. O acusado é marido da mulher e pai de dois filhos.

O incidente ocorreu em Guarativa, oeste do Rio de Janeiro, Brasil.

Seguindo uma denúncia anônima, a polícia resgatou uma mulher e seus dois filhos que estavam trancados em um quarto de uma casa. A mulher resgatada saiu de casa e reclamou de tontura, dizendo: “Estou vendo o sol pela primeira vez em 17 anos”.

Os filhos resgatados têm 22 e 17 anos, respectivamente. Mas os filhos eram tão pequenos quanto crianças do ensino fundamental, gravemente desnutridos.

“Os filhos resgatados saíram e eu fiquei chocado como uma criança de 10 anos”, disse um vizinho.

Sua esposa também sofria de desnutrição e emagreceu. Outro morador disse: “Crianças são crianças, mas dizem que as mulheres estão na casa dos 40 anos, mas são tão pequenas quanto uma menina de 8 anos.

Todas as três mães estavam confinadas em um cômodo da casa e viviam sem permissão. Segundo a polícia, a higiene da sala coberta de cimento estava muito suja.

Os três homens eram completamente dominados mentalmente pelo chefe da família. A polícia ofereceu comida para a família resgatada, mas a mulher não comeu.

Segundo a polícia, a esposa se recusou a comer sem a permissão do marido dizendo que não podia comer.

Ainda não se sabe por que seu marido fez isso. Uma investigação deve ser realizada, mas é difícil entender o motivo do crime, disse a polícia. “Os psicólogos estarão envolvidos na investigação.

A polícia disse que ele tentou fugir com as meninas várias vezes. Mas todas as vezes ela foi pega pelo marido e falhou. Conta-se que o marido ameaçou a esposa que tentou fugir, dizendo: “Você tem que ficar comigo até o fim. Você não pode sair daqui vivo”.

Assim que a investigação terminar, a promotoria planeja indiciar seu marido sob a acusação de prendê-la, prender livremente outros e abusar dela.

Enquanto isso, a mídia local informou que ocorreu um pesadelo aterrorizante, “que se assemelha aos gêmeos da história real do filme latino-americano de 1972 ‘O Castelo da Inocência'”.

O filme é baseado em uma história real ambientada na América do Sul na década de 1950. Foi um caso em que o marido prendeu a família para proteger a pureza da família. Aliás, no filme, há três vítimas, uma esposa e dois filhos.

Sohn Young-sik, Correspondente da América do Sul voniss@naver.com

READ  KTL e INMETRO do Brasil se unem para 'Avaliação do Teste de Mobilidade do Futuro'

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *