‘Abortista puniu mais do que estuprador’… Brasil se preocupa com ‘abortos ilegais’: Nate News

– Debate parlamentar sobre a alteração da lei do aborto ilegal após 22 semanas
– “Um estuprador não é um pai” cidadãos saem às ruas.

[이데일리 채나연 기자] No Brasil, milhares de mulheres brasileiras protestaram nas ruas depois que a Câmara dos Deputados brasileira apresentou um projeto de lei para alterar a lei que equipara o aborto após 22 semanas de gravidez a assassinato. Se a alteração for aprovada, as vítimas de agressão sexual durante um aborto receberão penas mais duras do que os perpetradores de agressão sexual.

Cidadãos brasileiros protestam contra a ilegalização do aborto após 22 semanas (Foto = AP Yonhap News)

No dia 15 (horário local), a mídia brasileira como o G1 noticiou que proeminentes grupos e cidadãos brasileiros de direitos das mulheres realizaram um protesto de rua contra a ilegalização do aborto no Boulevard Paulista, no centro de São Paulo.

Os manifestantes gritavam “as mulheres não são mães” e “os violadores não são pais” e exigiam que a Assembleia Nacional revogasse o Código Penal e outras alterações.

No dia 13, a Câmara dos Deputados brasileira apresentou uma emenda acelerada para ‘proibir o aborto’ proposta pelo legislador do Partido da Liberdade, Sóstenes Cavacanes. De acordo com a emenda, o aborto após 22 semanas de gravidez será classificado como homicídio.

De acordo com grupos locais de direitos humanos, a lei revista tornaria o aborto ilegal, mesmo que uma vítima de violação soubesse que estava grávida após 22 semanas, pelo que poderia enfrentar uma pena mais dura do que a do seu violador.

Na verdade, o Brasil, que tem uma elevada proporção de católicos e protestantes evangélicos, restringiu severamente o aborto devido à influência de doutrinas religiosas, que são muito conservadoras no direito à vida do feto, mas com exceções para gravidezes devido a agressão sexual. , O aborto da gravidez é permitido em casos de anomalias fetais e situações de risco de vida da gestante.

READ  [세계의 축제] Festival de Samba do Brasil, Carnaval do Rio... até dia 17

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, que está na Itália para participar da cúpula do G7, também criticou o projeto de lei como “louco”, informou a Reuters.

Entretanto, a Câmara dos Representantes suspendeu por enquanto as discussões relacionadas, dada a atmosfera de oposição online e offline.

▶ Artigo Relacionado ◀
☞ “180 cm e um rosto familiar”… ‘Jewel’ está à procura do culpado que roubou o cofre do falecido Goo Hara.
☞ Não Tão jovem “Os estudantes da Universidade Nacional de Seul estão um pouco decepcionados… “Inspirados pelos estudantes universitários locais”
☞ Kim Jong-kook admite ter sofrido “biliões de dólares em danos fraudulentos”. Onde ele mora agora? [누구집]
☞ Roupa íntima comprada em um grande shopping… Choque de “manchas amarelas, até cabelo”
☞ Vi o nome do especialista e comprei, mas caiu 80%.

[바이오 성공 투자 ‘1%를 위한 길라잡이’ 팜이데일리]
[새로워진 ‘이데일리 연재 시리즈’ 취향대로 PICK하기]
[뉴땡 Shorts 아직 못봤어? 뉴스가 땡길 때, 1분 순삭!]
[10대의 뉴스는 다르다. 하이스쿨 커뮤니티 ‘하이니티’]
[다양한 미국 주식정보! 꿀 떨어지는 ‘이유TV’에서 확인!]
[빅데이터 AI트레이딩 솔루션 ‘매직차트’]

<ⓒMídia de Informação Econômica Abrangente Edaily – Reprodução e Redistribuição Proibidas

Chae Na-yeon chae@

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *