O canhoto brasileiro de tênis de mesa Alexandre… participará das ‘Olimpíadas de Paris’, não das Paraolimpíadas

Tópicos e questões

O canhoto brasileiro de tênis de mesa Alexandre… participará das ‘Olimpíadas de Paris’, não das Paraolimpíadas

Correspondente Lee Hae-na | Repórter estagiário Kim Ye-kyung

[해외토픽]


A tenista de mesa brasileira Bruna Alexandre (29) teve o braço direito amputado ainda jovem devido a uma trombose. Porém, foi selecionado para integrar a seleção brasileira nas Olimpíadas de Paris 2024./Foto = Bruna Alexandre Captura do Instagram


A mesa-tenista brasileira Bruna Alexandre (29), que joga tênis de mesa apenas com a mão esquerda, sem a mão direita, participará das Olimpíadas de Paris em 2024.

Segundo notícia divulgada pela mídia americana CNN no dia 11, Alexandre, que conquistou quatro medalhas nas Paraolimpíadas, foi selecionado pela Associação Brasileira de Tênis de Mesa como integrante da seleção participante das Olimpíadas de Paris. Com isso, Alexandre se tornou o primeiro atleta brasileiro a disputar tanto as Paraolimpíadas quanto as Olimpíadas. “Quando eu era criança, alguém disse aos meus pais que choravam pela perda do meu braço: ‘Sua filha vai conseguir algo de que se orgulhar’”, escreveu Alexandre em suas redes sociais, acrescentando: “Consegui. Quero compartilhar essa conquista com meus pais e com você.”

Ela ganhou medalhas de bronze em provas individuais e por equipes no Campeonato Mundial Paraolímpico de Tênis de Mesa de 2014 em Pequim e medalhas de bronze em provas individuais e por equipes femininas nos Jogos Paraolímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. Além disso, ela ganhou uma medalha de ouro na prova por equipes nos Jogos de Bratislava 2017, na Eslováquia, e uma medalha de prata na prova individual nos Jogos Paraolímpicos de Tóquio em 2020.

READ  FIVB anuncia cidades-sede para as eliminatórias olímpicas de Paris 2024… Batalha pelas 6 vagas

Três meses após seu nascimento, o braço direito de Alexandrev foi amputado devido a um coágulo sanguíneo causado por um efeito colateral da vacina. A trombose ocorre quando os vasos sanguíneos ficam estreitados ou danificados, diminuindo o fluxo sanguíneo e fazendo com que o sangue se acumule nos vasos sanguíneos. Os sintomas de trombose incluem ▲ dor de cabeça intensa ▲ sintomas neurológicos focais ▲ convulsões ▲ visão turva ▲ visão diminuída ▲ dificuldade em respirar ▲ dor no peito e dor abdominal ▲ inchaço dos membros.

Existem dois tipos principais de coágulos sanguíneos. São ‘trombose arterial’ e ‘trombose venosa’. A trombose arterial ocorre quando um coágulo sanguíneo se forma em uma artéria que transporta o sangue do coração para o resto do corpo. A arteriosclerose é a causa de coágulos sanguíneos nas artérias. A aterosclerose ocorre quando as paredes dos vasos sanguíneos se tornam duras e espessas, as células endoteliais dos vasos sanguíneos são danificadas e as plaquetas e macrófagos aderem a elas, formando coágulos sanguíneos. Há também situações em que é necessária a amputação de membros, como no caso de Alexander, devido a coágulos sanguíneos arteriais. Quando uma artéria é bloqueada por um coágulo sanguíneo, o sangue bombeado pelo coração não consegue circular para os vários órgãos, levando à necrose de órgãos e células. Se não for tratado imediatamente, a amputação pode ser necessária. Além disso, o trombo arterial pode bloquear os vasos sanguíneos cerebrais ou cardíacos, causando infarto cerebral e infarto agudo do miocárdio. A trombose venosa é um coágulo sanguíneo na veia que transporta o sangue pelo corpo até o coração. Existem três causas principais de trombose venosa. ▲ Por causa disso, o sangue fica naturalmente viscoso, ▲ As células endoteliais vasculares são danificadas ou ▲ O fluxo sanguíneo é reduzido. Se você não movimenta o corpo por longos períodos de tempo, os músculos que comprimem as veias e enviam o sangue para cima não funcionam e o fluxo sanguíneo diminui. Como resultado, o fluxo sanguíneo estagna e formam-se coágulos sanguíneos. Os coágulos sanguíneos venosos ocorrem frequentemente na panturrilha ou na coxa.

READ  Dicas de Daewong para o progresso de 'Nabota' do Brasil de A a Z

No entanto, os coágulos sanguíneos convencionais e os coágulos sanguíneos induzidos por vacinas são diferentes. Os coágulos sanguíneos causados ​​pelas vacinas são chamados de “púrpura trombocitopênica (PTT)”. A trombose trombocitopênica é um tipo de doença autoimune na qual as células do sistema imunológico produzem anticorpos e coágulos sanguíneos quando encontram vírus introduzidos pelas plaquetas que atacam a vacina. Ao contrário da trombose geral, a trombose trombocitopênica tem baixa probabilidade de ocorrência. A trombose trombocitopênica é tratada com anticoagulantes. Os anticoagulantes são medicamentos que reduzem a capacidade de coagulação do sangue e evitam a formação de coágulos sanguíneos anormais dentro dos vasos sanguíneos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *