Se isso continuar, não veremos o Brasil na Copa do Mundo? Sem Neymar ou Richarlison → Vinicius cai… Brasil em crise se prepara para enfrentar a Argentina

Brasil perdeu por 1 a 2 para a Colômbia
22º contra a Argentina pela 6ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas.

Seleção Brasileira./Getty Images Coreia

Seleção Brasileira./Getty Images Coreia

[마이데일리 = 심재희 기자] Nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo da América do Norte e Central da FIFA de 2026, o Brasil, o ‘Corpo do Samba’, caiu para o meio. Ele sofreu derrotas consecutivas na 4ª e 5ª rodadas e caiu do topo do ranking. No meio da maior crise, encontramos o nosso “velho inimigo”, a Argentina, na linha da frente.

O Brasil perdeu por 1 a 2 para a Colômbia na 5ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, no dia 17 (horário da Coreia). Martinelli saiu na frente aos 4 minutos do primeiro tempo. Porém, no meio do segundo tempo, Luis Diaz marcou gols consecutivos e perdeu. Com as ausências de Neymar Jr. e Richarlison, que antes eram os principais artilheiros, a força de ataque ficou enfraquecida.

Vinicius Jr., que liderou o ataque na ausência de Neymar Jr. e Richarlison, caiu devido a lesão. Vinicius começou como os dois primeiros jogadores do dia e deu uma assistência aos 4 minutos do primeiro tempo. Porém, ele caiu após uma entrada dura aos 19 minutos do primeiro tempo e foi substituído aos 7 minutos reclamando de dores. Ele sentiu uma anormalidade na mesma área onde se machucou em um jogo do Real Madrid em agosto passado, o que não deixa claro se poderá jogar em jogos futuros.

Com a derrota do dia, o Brasil ficou empatado com 7 pontos, com 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. Depois de lutar pela liderança com duas vitórias consecutivas no início, perdeu por 0–2 para o Uruguai na quarta rodada e depois perdeu para a Colômbia na quinta rodada, caindo para o quinto lugar. Estão apenas 2 pontos à frente do 8º colocado Chile (5 pontos) e correm o risco de cair para o fundo da tabela.

Neymar.  /Getty Imagens Coreia

Neymar. /Getty Imagens Coreia

A 6ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas será disputada em casa no dia 22. Contra a Argentina, a ‘eterna rivalidade’. Os principais atacantes estão sofrendo lesões e perdendo força. Enfrentamos um adversário pesado em uma situação monótona. Vencer a Argentina pode colocá-los de volta na batalha pelo primeiro lugar. Por outro lado, se você perder, acabará no nível intermediário ou inferior.

Do torneio do Uruguai de 1930 ao torneio do Catar de 2022, o Brasil participou de todas as 22 finais de Copas do Mundo da história. Ele é conhecido como o ‘eterno favorito da Copa do Mundo’. A atual classificação de 5º entre 10 países sul-americanos é a pior. Embora ainda seja cedo, fala-se em ‘à beira da eliminação’ para dizer que a condição da equipa não é boa. Os torcedores de futebol estão concentrando sua atenção em como o Brasil se sairá contra a Argentina, campeã da Copa do Mundo do Catar em 2022, em casa, atormentada por uma série de lesões em seus principais atacantes.

Richarlison.  /Getty Imagens Coreia

Richarlison. /Getty Imagens Coreia

Vinícius.  /Getty Imagens Coreia

Vinícius. /Getty Imagens Coreia

[위 왼쪽부터 네이마르 주니오르, 히샬리송, 비니시우스 주니오르. 사진=게티이미지코리아]

Repórter Shim Jae-hee kkamanom@mydaily.co.kr
– ⓒMeu diário (www.mydaily.co.kr) Reprodução e redistribuição proibidas.

READ  Surgem circunstâncias em que Trump e Bolsonaro do Brasil ordenaram motins contra a eleição presidencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *