Análise da contratação de Sam Altman como medida de segurança para a Microsoft, o investimento em IA aberta torna-se incerto

▲ A análise indica que a contratação do ex-CEO da OpenAI, Sam Altman, pela Microsoft, teve como objetivo evitar riscos de investimento em grande escala. A foto mostra o CEO da OpenAI, Sam Altman, participando de uma conferência realizada na Universidade de Tel Aviv, em Israel, em 5 de junho. <أخبار يونهاب>

[비즈니스포스트] Há especulações crescentes de que a contratação do fundador da OpenAI, Sam Altman, pela Microsoft, pode ser uma decisão “precaucionária” para reduzir os riscos de investimentos em grande escala na OpenAI.

De acordo com a CNBC no dia 21, existem diferentes explicações sobre o motivo pelo qual Sam Altman, que foi demitido do cargo de CEO da OpenAI, se juntou à equipe de pesquisa e desenvolvimento de inteligência artificial (IA).

No dia 17 (horário local dos EUA) o Conselho de Administração da Open AI anunciou a destituição de Sam Altman do cargo de CEO devido a problemas de comunicação. Nenhum detalhe adicional foi revelado oficialmente.

Sam Altman é o fundador da OpenAI e a pessoa que liderou o desenvolvimento do serviço subjacente “ChatGPT”.

Muitos funcionários e acionistas da Open AI exigiram veementemente o retorno de Sam Altman como CEO, mas o conselho da Open AI pôs fim a essa possibilidade ao nomear um novo CEO.

O CEO da Microsoft, Satya Nadella, fez um “anúncio surpresa” de que está contratando executivos da Open AI, incluindo Sam Altman, para liderar uma nova equipe de pesquisa e desenvolvimento de IA.

A Microsoft manteve um relacionamento próximo com a OpenAI como investidor principal, investindo US$ 13 bilhões (cerca de 16,8 trilhões de won).

Neste caso, há uma análise que sugere que a razão pela qual a Microsoft atribuiu a Sam Altman um papel importante é reduzir o risco de investir uma enorme quantidade de dinheiro em IA aberta.

A decisão teria sido que se Sam Altman trabalhasse na Microsoft, que tem um relacionamento colaborativo com a Open AI, seria possível evitar que executivos e funcionários da Open AI deixassem a empresa.

“A decisão de Altman de ingressar na Microsoft pode ter sido uma precaução”, disse a agência de pesquisa Radio Free Mobile via CNBC, acrescentando: “Isso ocorre porque o investimento em grande escala foi uma decisão tendo em mente os fundadores e engenheiros da OpenAI”.

A Radio Free Mobile acredita que há uma boa chance de que muitos funcionários da Open AI sigam Altman até a Microsoft.

Centenas de executivos e funcionários da Open AI já expressaram sua intenção de seguir os passos de Altman em uma declaração do conselho exigindo seu retorno como CEO, informou a CNBC.

A empresa de valores mobiliários RBC Capital também espera que esta contratação produza resultados positivos, uma vez que a visão da Microsoft para o seu negócio de IA corresponde em grande parte à de Altman.

“Altman tem uma política de não aplicar regulamentações excessivas e um sentido de responsabilidade no processo de promoção da comercialização de inteligência artificial”, disse a RBC Capital, acrescentando: “É assim que a Microsoft quer”.

A Wedbush Securities também disse: “A Microsoft ganhou uma posição mais forte em IA com a adição de Altman” e avaliou que está usando uma estratégia que está “um passo à frente” no conselho da Open AI.

Wedbush criticou este incidente como uma “tentativa de golpe” por parte do conselho da OpenAI e observou que ficaria na história como uma tentativa que causou apenas grande confusão interna e externamente. Jornalista Kim Young-won

READ  Após aumentos de juros, sentimento do consumidor é 'bancos em colapso uma benção para ações de tecnologia'

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *