Chefe da CIA adverte o presidente brasileiro Bolsanaro para não prejudicar a credibilidade eleitoral

Por que a CIA dos EUA está se escondendo atrás da votação nas eleições de outros países?


O diretor da CIA, William Burns, foi acusado de instar o governo do presidente brasileiro Jair Bolsanaro a interromper os ataques ao sistema eleitoral.

Burns, que visitou o Brasil em julho do ano passado, se encontrou pessoalmente com altos funcionários do governo Bolsanaro e alertou contra questionamentos, citando a Reuters no dia 5 (horário local), segundo a grande mídia brasileira citando a Reuters. Ataque ao atual sistema eleitoral no Brasil

Durante esse tempo, o diretor Burns se reuniu com o Gabinete do Presidente, o Gabinete de Segurança Nacional e o Diretor de Inteligência, Bolzano, e Bolsonaro teria oferecido uma posição de que a confiança no sistema de votação do Brasil não deveria ser prejudicada. Ele disse que pediu ao gabinete do presidente e ao governo dos EUA para confirmar os fatos, mas não recebeu resposta.

O atual presidente do Brasil, Bolzano, chamou o sistema de votação eletrônica de não confiável e insistiu que o voto fosse contado. Isso porque existe a preocupação de que haja mais espaço para que forças fraudulentas interfiram no atual sistema de votação eletrônica.

A questão é por que a CIA norte-americana está tentando interferir na eleição presidencial brasileira. O envolvimento da CIA nas eleições brasileiras levanta outra controvérsia, pois a CIA tem estado no centro de todos os tipos de conspirações desde que foi recentemente avaliada como um membro do estado profundo.

Diretor da CIA William Burns

Especialistas interpretaram o aviso do diretor da CIA ao presidente Bolzano como um aviso de que ele perderia a eleição. A CIA é suspeita de interferir nas eleições nacionais. Suspeita-se também que a CIA esteve envolvida em fraude eleitoral nos EUA para ajudar Biden a vencer as eleições presidenciais de 2020 nos EUA.

O presidente Bolzano apontou repetidamente a possibilidade de desobediência à eleição, argumentando que o atual sistema de votação eletrônica poderia distorcer os resultados eleitorais e que deveria ser alterado para usar uma cédula de papel verificável.

Atualmente, no Brasil, a votação eletrônica foi introduzida desde 1996, e todas as eleições atuais são realizadas sem cédula de papel.

Enquanto isso, a mídia global, incluindo Reuters e AB, classifica o presidente brasileiro como de extrema-direita, derretendo opiniões desfavoráveis ​​sobre cada movimento em seus artigos e chamando a atenção para seus motivos. Na eleição presidencial do Brasil em outubro deste ano, a esperança de Bolsanaro de perder a eleição se repetiu.

Embora a fraude eleitoral tenha sido abundante em todo o mundo usando urnas eletrônicas, a Coreia do Sul não conseguiu descobrir os fatos de suposta fraude eleitoral por urnas eletrônicas.

Com alegações de fraude eleitoral em ascensão em quase todas as eleições nos últimos anos, incluindo as eleições gerais de 2020 na Coreia, as eleições presidenciais de 2020 nos Estados Unidos, as eleições presidenciais de 2022 na Coreia do Sul e as eleições presidenciais de 2022 na França, o mundo está agora lutando contra a fraude eleitoral. E sem saber, existe.

Patrocinador


Copyright © Financiamento Reprodução e redistribuição não autorizadas são proibidas hoje



Fn sua doação hoje. Vou usar com amor.

READ  '54 bilhões + 13,4 bilhões a mais! '... Barcelona' Leeds Ace 'acordo'

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.