Os títulos do governo brasileiro, antes populares devido à sua isenção fiscal, poderão ser colocados à venda devido à introdução de um imposto sobre o investimento em ouro.

Se um imposto sobre o rendimento do investimento financeiro (imposto sobre o investimento em ouro) for introduzido conforme planeado no próximo ano, há preocupações de que os títulos do governo brasileiro detidos por investidores nacionais inundem o mercado ainda este ano. Os títulos do governo brasileiro são populares como um produto de redução de impostos porque os juros não são tributados, mas quando o imposto sobre o investimento em ouro for introduzido, os lucros das vendas serão tributados. Recentemente, diz-se que os proprietários de activos estão a concentrar-se em obrigações com maturidades mais curtas, dada a incerteza da introdução do imposto sobre o investimento em ouro.

Gráficos = Seohee Jeong

De acordo com o Departamento de Investimento Financeiro no dia 16, as compras líquidas de títulos do governo brasileiro por investidores individuais por meio dos cinco maiores títulos nacionais (Mirae, NH, Samsung, Coreia e KB) totalizaram KRW 1,1185 trilhão em abril deste ano. No primeiro trimestre (janeiro a março), foram vendidos 856,2 bilhões de won e, em um mês, investidores individuais compraram 262,3 bilhões.

O interesse dos investidores está focado nos títulos do governo brasileiro devido às suas altas taxas de juros. Os títulos do governo brasileiro garantem uma taxa de juros anual em torno de 10% e também podem desfrutar de isenções fiscais por meio de acordos intergovernamentais. Atualmente, a taxa básica de juros do Banco Central brasileiro é de 10,50% ao ano, e os títulos públicos são emitidos com taxa de cupom na faixa de 10%. Isso significa que se você investir neste produto, receberá mais de 10% de receita anual de juros até a falência do governo brasileiro.

READ  Competidor de Yubin Shin WTT avança para as finais de duplas mistas... quartas de final de duplas femininas

À medida que entrámos num ciclo de cortes nas taxas de juro directoras, os investidores afluíram para negociar lucros. O banco central do Brasil reduziu sua taxa básica de juros para 10,50% este mês, de 13,75% em junho do ano passado. Após seis cortes consecutivos de 50 pb (1 pb = 0,01 ponto percentual) desde agosto, o corte foi reduzido para 25 pb.

Quando a taxa básica de juros cair, as taxas de juros dos títulos públicos em circulação no mercado cairão e o preço dos títulos aumentará. Em particular, as obrigações de longo prazo tendem a ter flutuações de preços mais elevadas do que as obrigações de curto prazo. A estratégia de investimento de comprar obrigações de longo prazo nos picos das taxas de juro visa negociar lucros na expectativa de que os preços subam quando as taxas de juro caírem.

No entanto, se o imposto sobre o investimento em ouro for introduzido, o Brasil terá de pagar impostos sobre os lucros provenientes da venda de títulos do governo. Isso ocorre porque não há isenções para títulos do governo brasileiro na lei tributária sobre investimentos em ouro que será implementada em 2025. Se você obtiver lucro comprando ou vendendo títulos do governo, deverá deduzir 2,5 milhões e pagar um imposto de 22% sobre o lucro (27,5% sobre 300 milhões). No entanto, mesmo que o imposto sobre investimentos em ouro seja introduzido, podem ser obtidas deduções fiscais para juros sobre títulos do governo brasileiro.

A empresa de títulos BP disse: “Se os títulos do governo se acumularem para evitar impostos no final do ano, os preços poderão cair temporariamente”, disse ele, acrescentando que “a extensão dos futuros cortes nas taxas básicas deverá ser limitada, e é melhor concentrar-se na receita de juros, investindo em títulos com vencimento neste ano, em vez de títulos com prazos mais longos.”

READ  'Eu gosto do Brasil!' Barça recebe oito brasileiros, incluindo um jovem de 15 anos

Porém, o mais importante na hora de investir em títulos públicos brasileiros é a realidade. Isto porque em 2012, quando a taxa de câmbio real se valorizou, o preço dos títulos do governo brasileiro denominados em won caiu. A taxa de câmbio real passou de 1,7 riais por dólar recentemente para 5,1 riais por dólar. À medida que o dólar subia, o valor do real caiu um terço, e estima-se que as perdas cambiais sobre títulos em reais brasileiros comprados por investidores coreanos ultrapassassem 70%.

Diz-se que muitos investidores estão a perder capital, mesmo com uma taxa de juro de 10% ao ano, à medida que o valor dos reais diminui. Felizmente, a taxa de câmbio tem apresentado movimentos constantes recentemente. Um funcionário do departamento de investimentos disse: “Desde que a classificação da dívida nacional do Brasil foi elevada para BB, há expectativas de que a taxa de câmbio real não caia ainda mais, mas, na realidade, é difícil prever a taxa de câmbio”, disse um funcionário brasileiro. .”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *