A preocupação com a saúde de todos em virtude do Covid-19, é uma constante de quem governa, mas também o impacto económico começa a ver medidas para minorar as consequências de ter estabelecimentos encerrados.

Desta forma a Câmara Municipal de Cascais, pela voz do seu Presidente Carlos Carreiras, irá deixar de cobrar seis meses de rendas assim como taxas desde que não exerçam a sua actividade.

Em declarações à Lusa, o presidente da câmara de Cascais, Carlos Carreiras, disse apoiar a interdição das praias e anunciou que o município vai colaborar na tentativa de sensibilizar os concessionários a não abrirem portas.

“Estamos a sensibilizar todos concessionários para que não exerçam a sua atividade”, afirmou, acrescentando que a câmara “deixará de cobrar um semestre quer as taxas quer as rendas“.

O objetivo, preciso, é “dar-lhes algum apoio nesta dificuldade que também irão passar tanto a nível económico” e “também na salvaguarda dos postos de trabalho“.

O autarca de Cascais recordou que esta semana já fizera um apelo às pessoas para “não irem para a praia em grandes aglomerados”, como aconteceu na quarta-feira, que foi um dia de calor e sol.

Fonte: Lusa