Chineses da Reformosa transformam hotel Cidadela em Cascais em condomínio de luxo

 

O icónico hotel Cidadela em Cascais, que foi recentemente adquirido pelos chineses da Reformosa, será transformado no novo condomínio de luxo do concelho.

Na década de 60 o hotel Cidadela foi uma criação da família Arantes Pedroso, que era proprietária da Vivenda Felner, e que teve a ideia de transformar a casa num hotel de charme na linha de Cascais.

Um projecto do arquitecto Alberto Cruz, que teve a sua inauguração em 1966 e contou com a presença do Presidente da República Américo Tomás, de várias celebridades e figuras públicas da época.

Propriedade de José António Arantes Pedroso, o hotel Cidadela, teve ao longo dos anos hóspedes famosos como os Genesys, Iron Maiden, Samuel Beckett, Vinicius de Moraes, Duke Ellington, entre outros.

Legacy, é o nome do novo condomínio de luxo que nascerá em Cascais e cujo projecto engloba um hotel de 5 estrelas, townhouses privadas e residences premium. Os valores mais modestos começam em 580 mil euros e um T4 pode chegar aos 2 milhões e 760 mil euros.

Este condomínio privado engloba um Hotel de 5 estrelas, townhouses privadas e residences premium, servidos por serviço de concierge e porteiro. As comodidades incluem ginásio, SPA, lobby na garagem, piscinas comuns e privadas e jardins

Segundo informação divulgada pelas consultoras responsáveis pelas vendas “as townhouses estão situadas numa tranquila avenida delineada por árvores numa área mais reservada da propriedade. Cada espaçosa moradia beneficia de jardim privativo com piscina e garagem.

O edifício das residences fica virado para o mar e está rodeado por um exclusivo jardim com piscina para os residentes. Este oferece frações T1 a T4 com espetaculares varandas com vista mar ou jardins privativos”.

A previsão da conclusão do empreendimento será em 2020 e o projecto engloba 10 moradias (3+1 triplex), com jardim e piscina privativa e 28 apartamentos de tipologias T1 a T5+1.