Macron diz que está pronto para ajudar o Brasil a construir submarinos nucleares

Prazo de entrega28/03/2024 03:28

Lançamento de submarino diesel em colaboração com a França…protótipo “se o Brasil quiser”.

Os líderes do Brasil e da França estão falando

(Itaguay EPA=Yonhap News) O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula Tassiuba (à esquerda) e o presidente francês Emmanuel Macron falam durante uma cerimônia de lançamento de submarino de rotina em Itaguai, Brasil, no dia 27 (horário local). 2024.3.28

(Cidade do México = Yonhap News) Correspondente J-Rim Lee = O presidente francês Emmanuel Macron, que está em visita de Estado ao Brasil, anunciou apoio ao Brasil no desenvolvimento de tecnologia submarina com propulsão nuclear.

No dia 27 (hora local), na cerimônia de inauguração do novo submarino convencional a diesel Donnellaru, em Itaguá, Rio de Janeiro, Brasil, o Presidente Macron disse: “Com total respeito por todos os princípios de não proliferação nuclear, se o Brasil quiser, A França apoiará isso (nuclear (para construir submarinos)”, disse ele.

O governo brasileiro planeja promover a construção do submarino nuclear de 6.000 toneladas Aubaru Alberto até 2037.

O plano do Brasil para construir um submarino com propulsão nuclear foi estabelecido em 1979, mas foi atrasado quase 40 anos por problemas orçamentários e técnicos, e então começou para valer com a assinatura de um acordo de cooperação em defesa com a França. A França é uma potência exportadora de submarinos.

Se o Brasil realmente construir um submarino nuclear, a ONU A AFP informou que seria o primeiro país fora dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança.

O Brasil tem pressionado o governo francês para aumentar a transferência de equipamentos e tecnologia relacionados à propulsão nuclear, mas a França está relutante em fazê-lo devido a preocupações com vazamentos de informações sobre áreas estrategicamente sensíveis.

O Tonelleru, de 1.870 toneladas, que teve sua cerimônia de lançamento hoje, é o quinto submarino da Marinha do Brasil e o terceiro submarino construído no país.

READ  “Coreano é o que torna o K-pop tão K-pop”

A embarcação, construída com a cooperação francesa, foi o resultado de um acordo de defesa entre o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy no final de 2008.

Um acordo relacionado inclui o desenvolvimento de quatro submarinos convencionais movidos a diesel e um submarino movido a energia nuclear, informou a mídia brasileira G1. A compra de 50 helicópteros também foi mencionada.

Anteriormente, os líderes do Brasil e da França anunciaram um plano de investimento ecológico de mil milhões de dólares (1,3 biliões de won) para proteger a Amazónia.

O presidente Macron viajará então para São Paulo para se reunir com investidores brasileiros antes de retornar para casa via Brasília.

walden@yna.co.kr

Relatório via KakaoTalk okjebo

Reprodução/redistribuição não autorizada, aprendizado e uso de IA proibidos>
Enviado em 28/03/2024 03:28

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *