“Mude para o suco de tangerina!”… Crise da laranja no Brasil devido às mudanças climáticas


Repórter do Money Today, Kim Hee-jeong | 30/05/2024 16:05

O clima quente e seco brasileiro e a doença do greening dos citros devastaram as fazendas.
O preço futuro do suco concentrado de laranja sobe à medida que a escassez de commodities continua por anos


Cidadãos compram laranjas num grande supermercado no centro de Seul. /foto=mensagem

Os preços futuros do suco concentrado estão subindo à medida que a colheita de laranja entra em colapso devido às mudanças climáticas e à doença do greening dos cítricos. Os produtores de suco de laranja estão considerando substituir o ingrediente pela tangerina devido à preocupação de que a escassez continue por anos.

Segundo o Financial Times (FT), o preço futuro do suco de laranja concentrado subiu acentuadamente depois que o Brasil divulgou sua previsão de colheita de laranja neste mês, demonstrando pânico no mercado. No dia 28 (hora local), estava sendo negociado a US$ 4,92 por libra-peso na Bolsa Intercontinental de Nova York (IE), quase dobrando em um ano.

Tendência dos preços futuros da laranja no ano passado/Source=Investing.com

Há vinte anos, cerca de 240 milhões de caixas de suco de laranja eram produzidas anualmente na Flórida, EUA. No entanto, devido às alterações climáticas, incluindo os furacões que atingiram a Florida no final de 2022, o número caiu agora para 17 milhões de caixas. A doença do greening dos cítricos causada por insetos psilídeos sugadores de seiva também desempenhou um papel.

O Brasil saltou para compensar o déficit, mas de acordo com estimativas do grupo produtor Fundecitrus, a produção de laranja do Brasil neste ano deverá cair um quarto, para apenas 232 milhões de caixas. Devido às mudanças climáticas, as temperaturas foram superiores à média, mas não houve chuva. Atualmente, menos de um terço das plantações de laranja do Brasil são irrigadas. Mesmo as explorações agrícolas irrigadas são inadequadas para fazer face às alterações climáticas.

READ  [헬스캡슐]Informe a equipe médica brasileira sobre a beleza da K-Beauty.

Para piorar a situação, estima-se que cerca de 40% das fazendas de laranja na principal região produtora do Sudeste do Brasil estejam infectadas com a doença do greening dos citros. As laranjeiras infectadas com a doença do greening dos citros perdem as laranjas precocemente, reduzindo a produção e a qualidade. A única cura é arrancar a árvore doente. Quando uma árvore é derrubada, os efeitos podem durar anos.

Um funcionário expõe tangerinas num grande supermercado em Seul. /foto = mensagens 1

“É uma crise”, disse Keith Cools, presidente da União Internacional de Sucos de Frutas e Vegetais (IFU). A IFU prevê que a escassez de laranjas levará inevitavelmente a um aumento nos preços do suco e a uma reestruturação fundamental da indústria global de suco de laranja.

Apesar da escassez de laranjas, os fabricantes de suco podem misturar suco de laranja congelado por até dois anos para reter o sabor. No entanto, quando a escassez de laranja entrou no seu terceiro ano, os stocks já estavam esgotados. “Uma alternativa a longo prazo é fazer suco com tangerinas, que são resistentes às mudanças climáticas, em vez de laranjas”, disse Cools ao FT.

Um novo teste já está em andamento no Japão. A Seventy Holdings, proprietária da 7-Eleven, lançou suco de tangerina usando tangerinas produzidas internamente, à medida que os preços de importação aumentavam devido ao iene fraco. A IFU também está considerando iniciar procedimentos administrativos para incluir frutas cítricas, exceto laranjas, nas bebidas.

[저작권자 @머니투데이, 무단전재 및 재배포 금지]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *