“O que você está fazendo com a cachoeira?” Um casal brasileiro em uma festa que sofreu punição

Visão ampliada

▲ Foto = Água azul fluorescente flui da cachoeira onde o casal organizou a festa. (Fonte=VT)

Casais que acidentalmente danificam o meio ambiente durante a festa devem ser punidos. As autoridades ambientais do Brasil disseram: “Estamos cientes desse incidente e estamos verificando o quão poluído está o meio ambiente”.

Este incidente aconteceu recentemente nas Cataratas de Caymepe, em Mato Grosso, Brasil. Está sempre lotado de turistas, pois muitas pessoas procuram a bela cachoeira aqui. Como a água que cai da cachoeira deságua no rio, a água é limpa e de boa qualidade e é utilizada como água potável nas proximidades.

O casal em questão organizou uma festa de re-faturamento de gênero em Kaimbe Falls. Uma festa de revelação de sexo é uma festa que revela o sexo de uma criança de 2 anos. Na América do Sul, como no Brasil, a festa de mudança de sexo se espalhou como uma moda, e é um evento que os jovens casais com filhos recentemente consideram essencial.

O casal realizou uma cerimônia de mudança de sexo e criou uma atmosfera criando cegonhas com balões ao redor das cataratas. No ocidente, existe uma lenda, não uma lenda, de que a cegonha é a ave que traz filhos.

Porém, o problema não são as decorações usando adereços como cachoeiras, balões. O casal deu uma festa e deixou a água da cachoeira quase azul luminosa, como num passe de mágica.

Qualquer um pode ver facilmente que a cor da água mudou olhando as fotos compartilhadas pelo casal nas redes sociais. Ambientalistas dizem: “É uma cor como algo saído de um filme ou CG com um anjo.

Após revelar o sexo do filho de dois anos, o feliz casal abraçou os amigos e conhecidos com uma linda cachoeira ao fundo. Na época, a situação foi amplamente divulgada por uma foto compartilhada pelo casal nas redes sociais, semelhante a uma cena do filme.

READ  Casino Zeus indica quais são os jogos de casinos mais procurados em Portugal

No entanto, as fotografias orgulhosamente carregadas tornaram-se motivo de punição para o casal. Os internautas perguntaram: “O que você fez com a cachoeira?” “Pintar na água. Isso é um crime…”, repreendeu o casal. O incidente, que se tornou um problema depois que os internautas o condenaram, foi relatado às autoridades ambientais do Brasil, que anunciaram que iniciariam uma investigação.

Em relação a isso, os funcionários ambientais disseram: “A água que desce das Cataratas de Kaimbe é água potável nas proximidades.

As autoridades estão investigando qual substância o casal usou para mudar a cor da água. Isso ocorre porque o tipo e a gravidade da poluição ambiental podem ser identificados. “Parabéns”, disse a engenheira ambiental brasileira Vanessa Costa, que ouviu a reportagem. Você se torna o pai de belos crimes ecológicos.” Ele repreendeu o casal gentilmente.

Sohn Young-sik, Correspondente da América do Sul voniss@naver.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.