PORTO – Hospital Santo António

O Hospital de Santo António, no Porto, revelou hoje à Lusa que o “melhor do Mundo”, Cristiano Ronaldo e o seu empresário Jorge Mendes, vão equipar uma ala do respectivo hospital.

“Esta unidade vai permitir a abertura de 15 camas de cuidados intensivos, integralmente equipadas com ventiladores, monitores e restante equipamento”, indicou o Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), onde se insere o Santo António.

Segundo o CHUP, como forma de agradecimento a nova ala vai ter o nome destes dois mecenas do mundo do futebol.

“O Centro Hospitalar Universitário do Porto agradece ao Cristiano Ronaldo e Jorge Mendes esta iniciativa tão útil, num momento em que o país de todos tanto necessita”, afirmou o presidente do conselho de administração, Paulo Barbosa.

Através de comunicado assegurado por Manuela Brandão, porta-voz da Gestifute, empresa de Jorge Mendes, avançava nas redes sociais que estava preparada para doar material médico neste contexto de pandemia. “Face à emergência sanitária que afeta o nosso país, Jorge Mendes e a Gestifute comprometem-se a contribuir para o reforço dos recursos que servem os estabelecimentos hospitalares do país nesta luta contra a covid-19. Neste sentido, Jorge Mendes encomendou (com entrega programada para a primeira semana de abril) três ventiladores, que servirão os hospitais do Norte do país”.

Lisboa – Hospital Santa Maria

A doação inclui todos os equipamentos que compõem essas duas unidades, com 10 camas cada unidade, total de 20 camas e 20 ventiladores.

A unidade de medicina intensiva daquele hospital tinha 31 camas. Com estas unidades passa a ter 51 camas.