O Ministério da Educação dispensou a renovação de matrículas para quase todos os anos, passando agora a funcionar de forma automática.

As renovações de matrícula para os 2.º, 3.º, 4.º, 6.º, 8.º, 9.º, 11.º e 12.º anos passam a processar-se de forma automática, com exceção das transferências de estabelecimento de ensino”, confirmou o Ministério da Educação.

A tutela esclarece ainda que todos os anos de início de ciclo, ou seja 5.º, 7.º e 10.º anos, assim como as transferências de escola, continuarão a ser processadas através no Portal das Matrículas.

A plataforma não tem aguentado o fluxo de acessos nos últimos dias e esta medida serve precisamente para aliviar e melhorar a acessibilidade à página.

O Ministério alegou, no entanto, que “foram ultrapassadas as 100 mil matrículas diárias” e cerca de 70% já foram concluídas.

O Portal das Matrículas foi ainda alvo de “ataques informáticos de elevada complexidade”, que resultaram em graves bloqueios no sistema. Estes incidentes já estão a ser acompanhados Centro Nacional de Cibersegurança.

De recordar que as dificuldades de acesso à plataforma levou a muitas queixas junto do Ministério da Educação, que decidiu prolongar o prazo das inscrições.