Novas matrículas em 2020

 

Segundo informação do Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT), a partir de 2020 vai ser adotado um novo formato nas matrículas para automóveis, triciclos, quadriciclos e ciclomotores, que será constituído por dois grupos de duas letras e um grupo central de dois algarismos, separados entre si por traços [“AA-01-AA”].

A evolução das matrículas ao longo dos tempos teve as seguintes alterações:

  • “AA-00-00” – matrículas atribuídas até 29 de fevereiro de 1992;
  • “00-00-AA” – matrículas atribuídas a partir de 1 de Março de 1992;
  • “00-AA-00” – matrículas atribuídas a partir do fim da utilização do modelo  anterior e usada atualmente.

No futuro passam a ter o formato: “AA-01-AA”.

Ainda de acordo com a informação do IMT para “cada uma destas séries corresponde a cerca de 5 milhões de números de matrículas, sendo que até ao esgotamento do atual modelo, “00-AA-00”, poderão ainda ser matriculados cerca de 500 mil de veículos”.

Esgotando-se o atual modelo a nova matrícula passará para o último modelo indicado (dois grupos de duas letras e um grupo central de dois algarismos) tendo capacidade para atribuição para cerca de 28 milhões de matrículas.

No futuro será considera a utilização das letras Y,K e W, uma vez que passaram a fazer parte do alfabeto na sequência do novo Acordo Ortográfico.

O IMT esclarece “A constituição do número de matrícula dos automóveis, motociclos, triciclos, quadriciclos e ciclomotores é estabelecida pelo artigo 3.º do “Regulamento do Número e Chapa de Matrícula dos Automóveis, seus Reboques, Motociclos, Ciclomotores, Triciclos, Quadriciclos, Máquinas Industriais e Máquinas Industriais Rebocáveis”, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 54/2005, de 3 de março, na sua última redação”.

O novo formato das matrículas a iniciar apenas se aplica para novas viaturas.